Fiocruz garante matéria-prima para 70 milhões de vacinas de Oxford

Popular | 02 de Julho de 2021

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) garantiu a entrega de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) para produção de mais 70 milhões de doses da vacina de Oxford no segundo semestre. São dois acordos, um por 50 milhões, já assinado, e outro por 20 milhões, cujo compromisso foi firmado nesta semana em reunião com a AstraZeneca. O contrato pelo envio de mais matéria-prima garante que a produção da vacina no Brasil não seja paralisada nos meses de agosto e setembro, já que apenas em outubro a Fiocruz prevê entregar as doses prontas com o IFA 100% nacional.

 

O anúncio pelo acordo por mais IFA aconteceu em reunião que teve a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o CEO da AstraZeneca, Pascal Soriot, e a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima.

 

Primeiro, valerá o acordo por 20 milhões de doses. As novas remessas serão enviadas entre agosto e setembro, o que garantirá produção contínua no segundo semestre e eliminará o risco de risco de interrupção por falta de insumo. Os demais lotes, necessários para a produção das 50 milhões de doses restantes, serão enviados nos meses seguintes, de outubro a dezembro.

 

A Fiocruz entregou ao PNI 3 milhões de doses da vacina Oxford/ Astrazeneca ao Programa de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. A remessa que seria entregue na sexta (02) foi antecipada, como a CNN adiantou. A Fundação chega a 65,9 milhões de doses entregues ao PNI, incluindo as 4 milhões importadas do Instituto Serum, da Índia. No mês de junho foram entregues mais de 18 milhões de doses.

• Fonte: CNN Brasil


Cobra saindo de vaso sanitário deixa mulher em pânico; veja o vídeo!

Facebook

©Copyright 2018 - Todos direitos reservados a Rondônia Geral

O site não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos e nas colunas assinadas e também pelo conteúdo dos anúcios de terceiros.